Brigada Voluntária


A Chapada Diamantina, cenário de atuação do GAP, é reconhecida mundialmente por ser uma das mais belas paisagens do país, além de ser a fonte de água para o consumo de milhões de baianos (parte da capital se abastece com as águas do rio Paraguaçu, que nasce aqui).
Ao mesmo tempo, infelizmente, a Chapada também é o palco de lastimáveis espetáculos: os incêndios florestais. Todos os anos, nas épocas mais secas, centenas de focos de incêndio se espalham por toda a região, pondo em risco a vida de incontáveis animais, plantas, pessoas e ameaçando severamente a biodiversidade de nosso país, bem como esse oásis de água em pleno semi-árido nordestino.

Consciente destes fatos, o GAP foi responsável por criar a primeira brigada de combate a incêndios florestais da Chapada Diamantina, organizando e mobilizando brigadistas dispostos a subir serras, enfrentar frio e fome para extinguir um inimigo voraz: o fogo!
Este rapazes, que em breve seriam conhecidos como os guerreiros do fogo, motivaram outras localidades e hoje já são 12 brigadas voluntárias ao redor do Parque Nacional da Chapada Diamantina.

0 comentários:

Postar um comentário